[...]
Ai! se eu te visse em languidez sublime, Na face as rosas virginais do pejo, Trêmula a fala, a protestar baixinho… Vermelha a boca, soluçando um beijo!…
Amor e Medo
de Casimiro de Abreu

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Saudade

Norma Santi

Dizem que um dos conceitos mais difíceis de explicar a quem está aprendendo a língua portuguesa é o da saudade. Também pudera, não existe uma palavra com o mesmo significado em outras línguas. Talvez seja porque o sentimento da saudade seja muito fácil de ser sentido e muito difícil de ser explicado.

Saudades é um sei lá. É uma falta de não sei o quê. Até sei, mas não sei explicar. Saudade é como aquela letra de música que está na ponta da língua, mas que você não consegue dizer. Saudade é como aquele nome que a gente esquece. Sabe a fisionomia, mas não a relaciona com a pessoa.

Saudade é como uma coceira que vem e você não sabe de onde. Tenta coçar o corpo inteiro e ela não cessa. Saudade é febre interna. No dicionário da Ruth Rocha é uma recordação, entre triste e suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas. Como explicar então o que está entre o triste e o suave? Saudade é uma linha tênue entre isso e aquilo. É uma ponte entre meu eu e o sentimento daquilo que me falta .

Tenho para mim que a saudade é mesmo atemporal e que vive escondida atrás da porta. As vezes ela vem inserida num cheiro, num perfume, num fragmento de um instante. Traz à lembrança uma marca e depois some. Deixa-nos a buscar indícios no fundo de nossa memória. Faz-nos revirar gavetas a procura do momento em que aquela sensação ficou registrada. Outras, ataca num gosto, numa semelhança, num jeito de falar ou de rir e andamos às tontas procurando sua origem.

Há também a saudades do não vivido, do não experimentado. Saudade daquilo que você muito quis e não aconteceu. Saudade de uma coisa que você quer muito, mas sabe de antemão que não acontecerá. Há saudade do próprio sonho. A saudade talvez nada mais seja que uma vontade frustrada. Um querer falhado da presença de alguém ou de algo. A saudade é a ausência decretada pelo tempo, pela distância ou por uma mera circunstância da vida. A saudade é um sonoro não que recebemos da vida. A saudade é um cachorro tentando morder o próprio rabo.

7 comentários:

Anônimo disse...

Excelente o artigo SAUDADE ! ( alias as opções de"reações"somente engraçado, interessante e legal"nem sempre permitem definir o que senti ao ler os teus artigos; são insuficientes;eu usaria outros adjetivos. Não sei quem definiu esses 3)
Voltando a SAUDADES, a lingua Inglesa tem um vocabulário menor e usa MISSING (significando perda ou falta). "Miss you"= sentir saudades de ti ou "perder você"(perder a tua compania).
Antoine de Saint Exupery, aviador francês e escritor do Pequeno Príncipe, em seu livro "Terra dos Homens" faz considerações sobre amigos(as) distantes". Sabe-se que sua fisionomia, seu sorriso está lá em algum lugar, mas se ele (a)morrer PERDE-SE AQUELE SORRISO PARA SEMPRE. A saudade muda de forma !
Paulo Garcia-Educador e Psicopedagogo

Anônimo disse...

Admiro muito sua inspiração.. ou vocação...não sei..rsrrs..e sua coragem de escrever ...e divulgar..muito lindo isso...adorei o texto sobre a saudade...já sou sua fã...heheheh
Parabéns!! Desejo que isso cresça cada vez mais dentro de vc, e que vc continue dividindo conosco!!
bjoo no coração!
Gi

JLectore disse...

Não vou citar aqui qualquer dos renomados escritores brasileiros, mas tenho quase certeza que, pelo menos alguns deles, também começaram a escrever despretensiosamente como você. Então "Ad astra et ultra". Muito sucesso pra você Norma. Bjos!!!

Anônimo disse...

Saudade, creo que es una palabra que define maravillosamente una ilimitada cantidad de sentimientos. En la medida que fui conociendo el portugués, inevitablemente vamos procurando sinónimo,ántonimos para diversas palabras, con el objetivo de ir aprimorando nuestro aprendizage, pero sin duda la palabra Saudade, es impar, a pesar de su pluralidad. Es medio contradictorio, pero es cieto no hay un único sinónimo.
Para quien vive fuera de su tierra entonces , la palabra saudade toma una dimención aún mayor.
Adore el texto, la forma clara y precisa de colocar en el papel sentimientos, continua, sigue adelante porque hay mucho talento ahi guardado. Lorena

Norma disse...

Gracias Lorena!

Denise Andressa Gonsalez disse...

Norma, que texto é esse?!!!! Perfeito!
Fiquei procurando o botãozinho do Facebook para compartilhar. Fez falta.
Saudade de você.
Bjo

Norma disse...

Dê, eu fiquei procurando o dedo positivo pra curtir seu comentário. Beijos